Menu

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

domingo, 2 de julho de 2017

Orvieto - Santo Stefano di Sessanio


Saímos de Chianti, na Toscana no dia 06 de Janeiro de 2017 e seguimos nossa viagem de carro com a família pela Itália.
Nosso destino era a região das montanhas de Abruzzo. A gente imaginava que na Itália o inverno seria mais ameno do que no resto da Europa... só que não! Quando chegamos na cidade de Orvieto paramos para conhecer a sua famosa Duomo. Era uma manhã de sexta feira mas parecia domingo, acho que por causa do frio ninguém saía na rua. 
Estacionamos o carro e já demos de cara com um vento frio na cara! Metade do grupo ficou em um café e eu, Rafael e Joaquim fomos conhecer a catedral. Para chegar ate lá tinha que subir uma ladeira e quanto mais a gente subia mais o vento aumentava. Joaquim foi no carrinho e acabou dormindo. Orvieto fica em cima de um platô de pedra, então o vento vinha direto e bem forte!
De repente começou a nevar! Ficamos empolgados por ver a neve só que com mais frio ainda. O caminho era curto até chegar a catedral mas com neve e muito vento parecia uma eternidade. Na metade do caminho entramos em um café para esquentar um pouco e continuar andando até o topo da ladeira. Graças a Deus Joaquim estava dormindo no carrinho e assim ele permaneceu. 

                    

No fim das contas valeu a pena subir o ladeirão com neve e vento na cara! A catedral de Orvieto é muito linda e grandiosa! Como a construção dessa igreja demorou três séculos, o estilo dela vai do romântico ao gótico. Só de olhar acho que cabe a população da cidade inteira dentro da dela! Além da beleza externa, possui maravilhosos afrescos em suas cúpulas, vale a visita ou um bate e volta de Roma se você tiver tempo.

                  

Depois da parada em Orvieto seguimos para Santo Stefano di Sessanio, Abruzzo. 
Dessa vez nos hospedamos no Albergo Difuso Sextantio. Rafael achou esse hotel no Visa Luxury Hotel Collection e achamos interessante passar uma noite lá. Na verdade esse lugar era uma um burgo da era medieval que foi tombado pela UNESCO como patrimônio histórico da humanidade. A vila inteira é o hotel, os quartos ficam nos prédios e é possível encontrar cafés, bares e restaurantes. Tudo foi restaurado pelo proprietário, mantendo a arquitetura original. Os objetos e móveis são todos originais e mantêm o padrão da época deixando todos os itens de modernidade como aquecedor e outras amenidades escondidos.


Vista montanhas de Abruzzo


Só que para chegar as montanhas de Abruzzo, onde ficava esse hotel foi um parto!  Quanto mais a gente se aproximava da região, mais nevava e a temperatura caía. Em Orvieto, tínhamos visto que no local do hotel estava -23 graus, isso às 13h da tarde!
Começamos a ficar preocupados porque não tínhamos experiência em viajar de carro na neve. O nosso carro tinha pneus especiais para neve, mas mesmo assim ficamos tensos. Apertamos o passo para chegar ainda de dia no hotel para se instalar. 
Quando estávamos chegando bem pertinho da entrada do hotel o carro atolou na neve. Nesse momento começou a aumentar a tensão porque estava anoitecendo, tinha muita neve mesmo e é claro não havia uma alma viva por perto para a gente perguntar onde seria a entrada do hotel. 
Ficamos todos dentro do carro com aquecedor e Rafael foi até a recepção do hotel descobrir como a gente faria. Gente, sério! Que desespero! Estava anoitecendo, tinha muita neve no chão, mas muita mesmo, ventava e nevava demaissss.....Rafael voltou minutos depois dizendo que o pessoal do hotel tinha tentado ligar para gente para avisar que tinha tido uma nevasca no dia anterior e que seria melhor a gente não subir as montanhas até o hotel. Oi? Tarde demais... No fim das contas a recepcionista nos levou até o nosso quarto e para nossa surpresa as janelas estavam abertas e a neve tinha invadido o quarto! Oh God! Quase morri do coração...eu estava sonhando com um quarto quentinho! E para completar o desespero, Joaquim estava agoniado e precisava muito trocar a fralda. Rapidamente o pessoal do hotel arrumou um outro quarto para a gente e ainda deu um upgrade. Ficamos em um quarto quentinho e super aconchegante! E ae foi só alegria!
Gente, esse hotel é perfeitoooo!!! Parece que a gente está vivendo na Idade Média! 

Lareira do hotel

Pedimos o nosso jantar no quarto, e curtimos nossa noite a beira da lareira como antigamente pois lá não tem televisão.
Dormimos muito bem ouvindo o barulhinho da nevasca lá fora... ai que medo kkk! E acordamos na manhã seguinte querendo conhecer melhor esse hotel tão diferente. Fomos tomar café da manhã em um dos restaurantes do hotel. 


Porta do quarto do hotel


Restaurante do Hotel

Depois do café, Rafael e Cláudio foram ver como estava nosso carro, porque a chance de estar coberto de neve era grande. A gente não tirou foto do nosso carro porque estava tudo ok, mas olha como ficou o carro de um dos hóspedes do hotel!


Como nosso carro estava atolado na neve resolvemos desatolar ele o quanto antes para a gente seguir viagem. Ainda bem que resolvemos fazer isso logo porque demorou umas três horas para Rafael e Cláudio conseguir desatolar esse bendito carro. Foi muito malabarismo para conseguir! Gravetos, papelão, sal, tudo que puder imaginar. E quanto mais o tempo passava mais eu ficava desesperada com medo de não conseguir sair do meio daquela neve toda. Ah gente, vamos combinar, a neve é muita linda para tirar foto, mas eu sou Baiana, eu gosto mesmo é de sol kkk!
Por fim no começo da tarde saímos do hotel Sextantio! A vista lá de cima é linda! A nevasca tinha passado e o sol estava brilhando de novo! 


Estrada para o Sextantio Hotel


Para quem está curioso para saber como as crianças se saíram nesse frio de - 23 graus com sensação térmica de - 28 graus, vou te contar agora! Eles ficaram super bem! Joaquim estava sempre com seu macacão térmico e uma roupa bem quentinha por baixo, usava gorro e como a mãozinha dele era muito pequena a luva que veio no macacão era muito grande, dai eu colocava uma meia nas mãos dele e ele ficava bem quentinho. Ele ficou muito lindo com as bochechas vermelhinhas do frio heheh!!!
Maria ficou bem também! Mas quem curtiu muito a neve mesmo foi Francisco e Alice! Eles sim brincaram bastante!
Esse hotel é muito procurado para quem quer fazer esportes na neve. Encontramos lá algumas crianças da mesma idade dos nossos pequenos! 
Passamos um sufoco danado nessa parte da viagem, mas no fim das contas valeu a pena! De tudo na vida a gente leva uma bagagem de experiências, não é mesmo? Ficamos com muita vontade de voltar a esse hotel só que sem neve né kkk


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Booking.com